segunda-feira, 19 de junho de 2017

Almirante Gago Coutinho

Ainda d'A Voz da Abita, e com a devida vénia, transcreve-se a correcção referida:



Estimados Camaradas,
Como  devem reparado a notícia enviada pela Voz da Abita sobre o programa na RTP Memória dedicado ao Alm. Gago Coutinho tinha uma incorrecção ao referir estar-se em 2009 a comemorar a data do centenário do seu falecimento, quando de facto se comemorava o seu cinquentenário, ocorrido em 18 de Fevereiro de 1959.
Lamentando o lapso cometido agradecemos aos camaradas que tiveram a amabilidade de,  para tal, chamar a nossa atenção.
Como nota final, esperamos que a Marinha dentro de 2 anos comemore os 60 anos passados sobre o falecimento deste seu tão ilustre Oficial.
Saudações Navais

domingo, 18 de junho de 2017

Almirante Gago Coutinho

Com a devida vénia, transcreve-se o recebido d"A Voz da Abita" sobre o Almirante Gago Coutinho:


Caros Camaradas,

Aos que ainda não tenham tido oportunidade de visualizar o excelente documentário realizado pela RTP em 2009, aquando do centenário do falecimento do Almirante Gago Coutinho, vê-lo, ou para alguns mesmo revê-lo, sintonizando a RTP Memória para o dia de ontem, 17 de Junho, onde ele foi exibido pelas 16h37m, com uma duração de cerca de 35 minutos.

Com intervenções oportunas e claras dos Comandantes Malhão Pereira e Proença Mendes.

A não perder por quem, como nós, mantêm vivo o orgulho no seu "Botão de Âncora".

Saudações Navais

terça-feira, 13 de junho de 2017

40º Encontro Nacional de Marinheiros e ex-Marinheiros da Armada e Concerto pela Banda da Armada (Aveiro, 17 de Junho de 2017)

No próximo sábado, dia 17 de Junho, vai realizar-se em Aveiro o 40º Encontro Nacional de Marinheiros e ex-Marinheiros da Armada, organizado pelo Núcleo de Marinheiros da Armada de Aveiro (NMAA), com a colaboração da Associação dos Filhos da Escola do Concelho de Cantanhede (AFECC).


No âmbito deste encontro, a Banda da Armada irá dar um concerto pelas 18 horas, no Largo do Rossio, no centro da cidade, dedicado a toda a população.

SIGA A MARINHA

segunda-feira, 5 de junho de 2017

5 de Junho de 1942: o Afundamento do Lugre Bacalhoeiro "Maria da Glória" pelo Submarino Alemão U94

Completam-se hoje 75 anos que o lugre bacalhoeiro "Maria da Glória" foi afundado pelo submarino alemão U94 a sul da Gronelândia. Estava-se em plena II Guerra Mundial e Portugal era um país neutro. Ao evocarmos este trágico acontecimento, que tanto sofrimento trouxe à comunidade piscatória portuguesa, honremos a memória dos seus 36 mortos e 8 sobreviventes, entretanto também já falecidos.




domingo, 4 de junho de 2017

PORTUGAL contemporâneo
Como (na minha opinião naturalmente) muito bem e secamente comentado tempos atrás, cá temos mais uma vez - os mesmos, sempre os mesmos.
O mesmo partido, obviamente as mesmas fontes (gato escondido rabo de fora), o mesmo OCS, o mesmo jornalista e, talvez, alguma falta de rigor. 
Desconheço como se chegou à decisão em causa e, por isso, não a discuto.
Quem andou cá dentro sabe, perfeitamente, que para lá dos fuzileiros especiais existem muitos meios humanos no CCF e EFZ sem essa preparação/ formação mais apertada. E que têm cursos de nadadores - salvadores.
Pessoalmente lamento muito que do parlamento, e desde há décadas, não haja muito mais escrutínio sobre as acções dos diferentes governos. Se houvesse, a sério, talvez não estivéssemos como estamos.
Mas também lamento, e muito, e acontece há anos, sempre que as coisas passam do escrutínio imperioso num estado de direito para a palhaçada só para encher agendas ou dar alento a eventuais ressabiamentos.
Mas é o que vamos tendo. 
Vindo de alguns nada me espanta. 
Vindo de alguns outros, tenho sinceramente muita pena que assim se prossiga. Será que neste caso que o PCP questiona, a coisa tem pernas para andar?
Não posso deixar de confessar no entanto, que me parece estar a haver agora menos virulência acerca do mesmo assunto de base, comparativamente com situações até Novembro passado.  
Mas posso estar a ter uma sensação errada, admito até que possa estar completamente errado, em tudo.

António Cabral
(Chapéus há muitos)

(retirado do DN), sublinhados meus)

..."O PCP quer saber como e porque é que há militares das Forças Armadas (FA) a "patrulhar as praias" durante a época balnear. Na base do requerimento comunista, enviado quinta-feira ao Ministério da Defesa, está o envio de fuzileiros da Marinha - com cursos de nadador-salvador - para as praias.
O PCP questiona se essas "são missões de colaboração com a autoridade competente ou de substituição" e, a seguir, pergunta "onde vão ser colocados os fuzileiros e quais os critérios para a sua utilização", bem como "quais vão ser, no plano concreto, as suas missões".
A decisão de colocar forças especiais nas praias foi tomada há um mês, após cinco mortes e no que foi qualificada como "situação de emergência". O porta-voz da Autoridade Marítima, comandante Coelho Dias, disse então ao DN que os fuzileiros "não [iam] substituir" os nadadores-salvadores mas "auxiliar os capitães dos portos" - as autoridades marítimas locais - nas ações de sensibilização dos cidadãos para os riscos de passearem junto à linha de água (mar adverso, ondas a rebentar na areia).
Segundo fontes ouvidas pelo DN, importa perceber porque é que as autoridades marítimas locais pediram logo apoio às FA quando há associações de bombeiros e de nadadores-salvadores, ou a Proteção Civil (entre outras estruturas civis), devidamente habilitados para desempenhar aquelas ações de salvamento e socorro.
Segundo a lei, "compete ao capitão do porto, no âmbito do salvamento e socorro marítimos, prestar o auxílio e socorro a náufragos e a embarcações, utilizando os recursos materiais da capitania ou requisitando-os a organismos públicos e particulares se tal for necessário".
As FA são uma estrutura pública que, em democracia e por regra, apenas são chamadas a apoiar as autoridades civis quando estas já não conseguem responder com os meios ao seu dispor. E esse apoio "por parte das FA" exigiria, à partida e segundo a lei, a declaração do estado de emergência no local.
Manuel Carlos Freire

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Sessão Evocativa da Pesca do Bacalhau na Assembleia da República (6 de Junho de 2017)



Nota: os interessados em assistir deverão contactar previamente o número de telefone ou o endereço de email indicados (atenção que o endereço de email correcto é 7cam@ar.parlamento.pt).

Em tempo: reportagem da Sessão Evocativa da Pesca do Bacalhau no site do Canal Parlamento:
http://www.canal.parlamento.pt/?cid=2040&title=sessao-evocativa-da-pesca-do-bacalhau

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Governo não cumpre a Lei

Mensagem que enviei e também para Gabinete do MDN:
 
 
Sent: Wednesday, May 31, 2017 6:23 PM
Subject: Governo não cumpre a Lei
 
Mais uma vez Há uma agência dependente da Presidência do Conselho de Ministros que não cumpre a Lei.
Publicado hoje a Portaria n.º 182/2017 de 31 de maio que cria a certidão online do registo civil. Entra em vigor amanhã.
Segundo o seu preâmbulo é para “eliminando -se a necessidade de deslocação do cidadão junto dos serviços de registo para aí requerer uma certidão”
Para a pedir é preciso ter um código que deve ser pedido através de mecanismos disponibilizados pela Agência para a Modernização Administrativa em www.autenticacao.gov.pt
Só que  a AMA, dependente da Presidência do Conselho de Ministros, exige cartão do cidadão:

Pedido de Chave

O pedido da Chave Móvel Digital pode ser realizado online ou presencialmente:
  • Online para cidadãos portadores de Cartão de Cidadão e código
    PIN de autenticação
    ;                      
Faça o seu pedido aqui.
  • Presencialmente para cidadãos portugueses com cartão de identificação e cidadãos estrangeiros com passaporte, residentes em Portugal, num balcão de atendimento dos:
   A Presidência do Conselho de Ministros ignora portanto a Lei.
  Porque consta no nº 1 do Art.º 9º do Estatuto dos Militares das Forças Armadas aprovado pelo Decreto-Lei n.º 90/2015 de 29 de maio:
“Artigo 9.º
Identificação militar
1 — Ao militar dos QP é atribuído um bilhete de identidade militar, que constitui título bastante para provar a identidade do seu portador em território nacional e substitui, para esse efeito, o cartão do cidadão.”
(o sublinhado a encarnado é meu)
 
  Ou seja, o militar que não tenha cartão do cidadão é impedido de obter a chave online, tendo de se deslocar para a obter. Viva onde viver no interior do País, esteja acamado ou não!
  Apesar do que consta na Lei, aqui ignorada pela Presidência do Conselho de Ministros!
 
António José de Matos Nunes da Silva
C/Alm Ref

Intercepção de míssil balístico intercontinental



Jornal de Negócios online:
http://www.jornaldenegocios.pt/economia/defesa/detalhe/eua-testam-com-sucesso-intercepcao-de-missil-balistico-intercontinental
EUA testam com sucesso intercepção de míssil balístico intercontinental
Os Estados Unidos anunciaram que testaram com sucesso um sistema de intercepção de um míssil balístico intercontinental, um tipo de arma que o regime da Coreia do Norte ameaça desenvolver.
Lusa 31 de maio de 2017 às 00:42

Meu comentário: 
AJMNunesdaSilva Há 58 minutos
Era previsível que tal se produzisse e até tardou.
Agora deve o Conselho de Segurança da ONU, visto que já os condenou, autorizar que se abatam os misseis intercontinentais que forem sendo lançados pela Coreia do Norte e que até já caíram em águas de outros países.
António José de Matos Nunes da Silva



segunda-feira, 29 de maio de 2017

Trump, Merkel e o nosso futuro

Apesar das galegadas de Trump, é preciso cuidado com a reacção de Merkel ao afirmar que "precisamos de saber que temos de ser nós a lutar pelo nosso próprio futuro, pelo nosso destino, como europeus
  Lutar pelo “nosso” futuro em quê?
  O encontro foi sobre a NATO portanto a aparente “conclusão” de Merkel será sobre defesa militar. A sua frase dá pois a entender “duvidar” que a defesa da Europa possa contar no futuro com os EUA.
  Se for esse o caso, para a UE ser militarmente autónoma, duas coisas seriam necessárias: Os países da UE aumentarem a sua capacidade militar e portanto terem de despender até bem mais do que os 2% do PIB e ser criado um exército europeu comandado, claro, pela Alemanha e França.
   A caminho do secular sonho germânico?
   E rivalizando económica e militarmente com o eixo EUA-UK?
   Portugal é europeu mas é também atlântico. Essa eventual rivalidade  não é de todo do nosso interesse nacional.
   Acontece também que Trump poderá não ser reeleito ou até não concluir este mandato. Serão as mesmas as intenções dos EUA num futuro não muito longíncuo?
  Parece-me portanto precipitada a imediata concordância de alguns e em especial do PR com a frase de Merkel.
            António José de Matos Nunes da Silva
                        Oeiras 

CMG (Ref) Osvaldo Martins do Patrocínio


Com a devida vénia, transcreve-se a triste notícia recebida d'A Voz da Abita:

"Estimados Camaradas,

Lamentamos dar a conhecer o falecimento do nosso camarada CMG (R) Osvaldo Martins do Patrocínio estando previsto o seu corpo estar em câmara ardente, na Igreja de Nova Oeiras, a partir das 17h30m de hoje, dia 29 de Maio.

À sua Família, aos seus Amigos e Camaradas, em particular aos do "Curso D. Dinis", o testemunho do nosso pesar."

"O Navio ... desarmado" associa-se ao sentimento de pesar acima apresentado.